Castração – mais do mesmo assunto!

20 fev

Fonte –  I/O Gatos

Desativando o centro de replicação do hardware felino: mitos e verdades sobre a castração – Parte 2

Bom, continuando o tema anterior, vamos comemorar aqui os louros que todos acabam sendo angariados com a castração dos animais. Os mais notados, percebidos, discutidos e comemorados são:
Oba! Cosia boa? Pá mim?
  • Fim do cio nas gatas, e consequentemente daquela miação/berração de gatos pelas altas madrugadas sobre muros e telhados, infernizando a sua vida e a de seus vizinhos!! Com isso, diminui o risco de seu vizinho ficar tão atazanado a ponto de querer envenenar os animais que o “incomodam”!
  • Fim (ou pelo menos diminuição) das marcações de territórios, ou seja, aquela fazeção de xixi pra lá e pra cá, só para dizer, em Linguagem UrinaScript: “ei, ei, eu estou aqui!!”
  • Fim do abandono, pois não mais nascerão ninhadas e ninhadas de gatos para serem despejados como entulhos, e depois partirem o coração daqueles que amam esses coitadinhos! Não dá para não pensar que estamos falando de bebês que sentem dor, frio, medo, etc!!
  • Dependendo da idade em que for realizado o processo (quanto mais novo, melhor!!), diminuição considerável das chances do seu modelo felino desenvolver cânceres do sistema reprodutivo de quaisquer espécie ou tipos, principalmente útero (claro) e mamas nas fêmeas e próstatas nos machos, além de hérnias perianais nos mesmos!
  • Em fêmeas, a castração elimina ainda o risco de infecções de útero ou mesmo a piometra (infecção tão forte no útero que cria pus na cavidade uterina), um processo extremamente doloroso e mortal para o animal.
  • Diminuição considerável, ou mesmo eliminação dos passeios frequentes à rua, seja para brigar, seja para namorar, seja para ficar dias sumido correndo o riscos e mais riscos, seja para fazer sei lá o que esses gatos fazem mais na rua!!
  • O item acima permitirá que seu modelo felino fique mais tempo dentro de casa, você terá muito mais acesso a ele, vocês poderão ser mais amigos e ele será muito mais fiel e devoto a você! Somente você e o sachê terão influência na vida dele, e os hormônios estarão de fora dessa amizade transcendental! Consequentemente, com uma boa amizade felina, você terá menos stress, pressão e batimentos cardíacos normalizados, menos depressão e uma vida plena de amor e saúde!!
  • Com o gato mais confinado em casa, não haverá perigo dele adquirir doenças, que diga-se de passagem, poderão ser transmitidas para você e sua família! Isso aumentará a sobrevida do seu modelo felino, que viverá muito mais tempo saudável com você!
É fácil, aprendam comigo: gato feliz é gato castrado!!

Mas como tudo que é bom gera inveja e preconceito, concorrentes pouco esclarecidos e medrosos disseminam por aí as algumas inverdades, ou seja, alguns mitos a respeito do processo da castração (toda vez que lerem as palavras em vermelho, escutem uma buzininha gritando Pééééééé, porque a afirmativa é FALSA!). Então vejamos:

  • Gatos castrados engordam – Pééééé!! A lógica é bastante simples nesses casos: se seu gato gasta X de energia e você dá 2X para ele comer, é CLARO que ele vai engordar!!!! Pode até ser que o apetite dele aumente, mas com certeza se ele engordar, não vai ser por ele assaltar a geladeira durante a noite! Se você não estimula seu gato a fazer exercícios e o entope de comida, muito provavelmente ele irá se tornar obeso. Mas isso não é culpa da castração. Com a castração, os gatos se tornam um pouco menos ativos, e a distração que ele tinha antes, que era sair por aí brigando ou acasalando com outros gatos, acabou!! Ele vai arrumar outras maneiras de passar o tempo, além de dormir!! Diminuindo a quantidade de comida, ou aumentando as atividades com seu gato, o problema poderá ser resolvido.
Uma coisa que eu noto com gatos castrados é que eles encorpam, e não engordam! O abdome toma uma proporção mais abaulada, preenchendo espaços antes vazios com certa quantidade de gordura. Eu, particularmente, acho que isso os torna ainda mais graciosos, ao invés daquela estrutura magricela e cabeçuda que tinham antes!
Gato Phantom, da Dona Gam, antes da castração!
Percebam como era mais magro e machucado pelas brigas de gatos inteiros.
Gam – Pet & Cats
Gato Phantom, da Dona Gam,
depois de castrado: modelo felino caseiro, limpo e saudável.
E maravilhosamente encorpado!
Gam – Pet & Cats
  • Machos castrados, especialmente quanto mais novo for realizado esse procedimento, desenvolverão Doença do Trato Urinário Inferior dos Felinos – Péééééé!! claro, principalmente se você continuar dando aquela porcaria de ração barata, cheia de fósforo, cálcio, sódio e gordura. Já foi comprovado que a qualidade da ração que você oferece ao seu gato influencia muito mais na saúde do trato urinário inferior do mesmo do que a castração em si! Eu mesma já cansei de presenciar isso!!
Sim, essa doença terrível poderá acometer o gatinho que
é alimentado com ração de qualidade duvidosa
e não por causa da castração!
Refúgio Hotel Pet
  • Meu gato vai ficar preguiçoso – Pééééé! Como havia sido dito, o gato vai perder os seus instintos sexuais, o que o deixará mais desmotivado a perseguir fêmeas no cio, ou as fêmeas saírem para atrair machos, vão diminuir as competições por parceiros sexuais… ou seja, ele ficará mais caseiro mesmo. Mas isso não significa que ele ficará menos ativo, pois poderá passar parte do seu tempo com o dono querido e também com os outros animais que ele convive. E é nessa hora que ele poderá se tornar ativo, quando você pode estimulá-lo com brincadeiras e atividades prazerosas. Entretanto, é bom lembrar que gatos costumam passar grande parte do dia dormindo, o que não quer dizer preguiça, mas sim uma atividade natural de seu processo fisiológico.
Sou castrada e não tenho preguiça!
Apenas estou em um processo contínuo conservação de massa e energia!
  • Preciso tirar um filhotinho “de raça” do meu “animal de raça” – Pééééééé. E com esses pensamento é que surgem criatórios de fundo de quintal, raças descaracterizadas e mais abandono ainda! Passando para frente um filhotinho desses, você apenas contribui para a posse irresponsável. Porque é muito mais provável aparecerem “donos” desinformados e interessados apenas pelo fato do animal ser considerado de raça, por um preço muito mais acessível (ou mesmo nulo), o que aumenta a chance desse animal ser adquirido por impulso. E nesse processo, muitas vezes o novo proprietário não tem muita base a respeito dos problemas relacionados à raça, tanto de saúde quanto de comportamento. E, arrependido da sua “nova aquisição”, o que ele faz com o pobre animal? Sim, mais um abandonado, provavelmente não castrado, para dar continuidade ao abandono e sofrimento!

Agora, o trio parada dura:

  • 1) Mas o gato vai perder a sua diversão/ não vou fazer isso com meu macho!!
  • 2) Mas a gata tem que parir para não ter câncer
  • 3) Mas meu filho deve vivenciar o sentido da vida com o nascimento dos filhotes!!
Péééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééééé!!!!!!!
Eu não queria falar nada sobre isso, pois até então, eu nunca havia escutado nada tão estúpido!. Mas, como estou querendo elucidar os fatos, então vamos às contra propostas:
1) Sexo, para os animais, não é diversão, não é prazer para ter os filhotes com todo amor maternal! É o mais puro instinto animal!! E, sinceramente, muitas vezes sofrido e dolorido! Não faz diferença, pois eles só sentem o desejo sexual no período do cio, ou seja, durante as variações hormonais. E o machismo, felizmente, só acontece na espécie humana!! Para gatos pouco importa se ele é o machãozão gostosão! Eles geralmente seguem um líder, que diga-se de passagem, na maioria dos casos é uma fêmea!! Há!!

Pênis do gato: cheio de espinhos para estimular a ovulação da fêmea!
Duvido que seja algo prazeroso para ela!
Amor e Miados

2) Não se previne câncer com ninhadas de animais!! Aliás, já foi comprovado que a melhor maneira de prevenir um câncer dos sistemas reprodutivos (testículo, ovários, útero, mamas) é com a castração, e quanto menor a idade da castração, mais eficiente será a prevenção!! O câncer é de origem genética e/ou ambiental. Se tiver que acontecer, vai acontecer! E muitas vezes, acontece por causa daquelas injeções de anticoncepcional que são dadas às fêmeas com o intuito de (olha só!!) evitar a procriação!!

Adivinha só: essa imagem horrível pode ser evitada com uma simples castração!!
Diário de uma Veterinária

3) E, sim, concordo que as crianças devem presenciar várias sublimidades da vida, entre elas, o nascimento de um ser vivo. Mas precisa ser exatamente com sua cadela/gata? E depois? Vai descartar esses filhotes, e ensinar o que para ele? Há diversas ONGs lotadas de filhotinhos e gatas paridas abandonadas! Leve-o até lá para que ele aprenda, não apenas sobre o sentido da vida com os filhotinhos, como também sobre ser um ser humano digno ao perceber que existem renegados à própria sorte vivendo pelo mundo e o quanto eles precisam da compaixão humana para sobreviver!

Oba, até que enfim uma foto fofa!!
E, finalmente, mas nem por isso menos importante (aliás, são as minhas favoritas):
  • 1) É muita judiação (ou como dizem por aqui: é muita judiera pru bichinho!)
  • 2)Vai contra as leis de Deus
  • Pééééééééééééééééé!!!
Vou condensar essas duas numa só explicação, pois acho que estão muito interligadas. E vamos refletir também.
Na parte anterior desse post, vimos que todo o processo é feito com anestesia geral, um veterinário competente saberá calcular a dose para que o animal durma durante todo o processo. Além de fazê-lo dormir, esses medicamentos anestésicos produzem amnésia. Na cabeça do bicho, o que se passa é: “fiquei bêbado de uma hora para outra, dormi, não me lembro de nada, e acordei com uma ressaca do caramba e com umas fisgadas na barriga/partes baixas”. O animal não é tão dramático como nós somos. Ao sermos submetidos a uma cirurgia,  já sofremos só de pensar em saber que fomos rasgados por dentro, remexidos e depois costurados, e assim transportamos esse sentimento aos animais! Para eles, é como se um bichinho os tivesse picado (como diz minha mãe!). Portanto, não tem nada de judiação!
Alguns dos mais de 50 gatos do Projeto Viva Gato aguardando a chance de terem um lar:
ISSO SIM É JUDIAÇÃO… OU JUDIEIRA!
Além do que, a castração é muito menos dolorosa do que deixar animais inteiros, que podem se transformar em errantes nos períodos de acasalamento, correndo o risco de serem atropelados, envenenados, mortos, brigarem com outros animais, adquirirem doenças, e que ainda por cima originarão ninhadas que sofrerão esse mesmo destino dos pais, ou que serão abandonadas, geração pós geração!

Se os cães e os gatos estivessem na natureza, até concordo, quem seríamos nós para interferir nessa caminhada da vida? Mas nós, com nosso egoísmo humano, por que trouxemos essas pobres criaturas para nossa sociedade em troca de vantagens? Para viverem junto a nós com seu estilo de vida primitivo e animalesco? Para trazer mais dor e sofrimento do que já causamos por séculos e mais séculos a eles? Por favor, nós somos racionais, sejamos racionais também! Eles estão adaptados a nós, façamos com que o estilo de vida deles apenas seja parte de nossas vidas, e não um problema em nossas vidas!!
E Deus? Sei que cada um tem um Deus desenhado em sua consciência, mas de uma coisa eu tenho certeza: a maioria desenha um Deus bom e misericordioso! Estaria esse Deus de acordo com o abandono e o sofrimento dos animais, apenas porque Ele os fez com um sistema reprodutor? Porque na hora de falar que “Deus que quis” tem um monte de gente! Mas na hora de resgatar uma ninhada abandonada, não aparece um filho de Deus!

Se Deus é bom, então façamos as coisas boas e corretas aos animais!
Eles são nossos irmãos menores e também criaturas divinas!
Tantas coisas, e mais outras tantas balelas são lendas! Castrar só traz benefícios ao animal e aos humanos, como foi dito, é uma cirurgia simples, rápida e tranquila. Então, não tem desculpa, pessoas!! Para quem já castrou seu animal, sabe muito bem dos benefícios que eu escrevi nesses dois posts! Mas para quem ainda não castrou e por um acaso visitou o I/O Gatos, espero que não se ofendam e faça um favor à humanidade e à “animalidade”: dê um jeito, castre o mais rápido possível seus animais e sejam felizes, até o fim dos tempos!!
Porque se a cena de abandono de uma fêmea cheia de filhotes não te toca, sinceramente, acho que nós não pertencemos à mesma espécie!
Anúncios

5 Respostas to “Castração – mais do mesmo assunto!”

  1. Victor 25/02/2014 às 7:10 pm #

    Ótimo texto.
    Bem completo e didático.
    Parabéns.

    • mbavaresco 26/02/2014 às 12:56 am #

      Também apreciei bastante essa matéria.
      Obrigada por participar.
      Continue nos visitando.

  2. Luciana da Silva 13/04/2014 às 6:17 pm #

    Sou a favor da castração de gatos, meu coração fica deprimido e angustiado ao ver tantos gatos e gatinhos abandonados. Tenho vários, todos de rua, todos castrados, mas as vezes acontecem alguns problemas, como uma gata que ficou com incontinência urinária, um outro que está com cálculo renal, etc. Tentamos ajudar, estamos fazendo o papel que o Estado deveria fazer, mas não contamos com a ajuda de ninguém e gatos abandonados é o que não falta em nosso bairro. Se não temos como dar uma ração das que dizem ser a certa, mas não seria pior deixá-los jogados e morrerem de fome?

    • mbavaresco 13/04/2014 às 8:07 pm #

      Pois é Luciana. As atitudes de pessoas como você é que fazem a diferença para todos os aspectos, pois se formos depender do governo sabemos que só teremos Copa, Olimpiadas e coisa que não acrescentam em nada no final.
      Imagina se os cidadãos são tratados com tanto desleixo, o que sobra para nossos pequenos peludos?
      Obrigada pelo que você faz!
      Abraços

  3. francisca soniete 30/06/2014 às 11:57 am #

    é muita ignorância e maldade dizer que a castração do bichano faz mal para ele tenho vários gatos todos da rua que mandei castrar e gatas também pois aqui no meu bairro todo mundo só faz abandonar os bichinhos para serem maltratados e morrem de fome tenho muita dor dos coitadinhos isso explica minha casa cheia de gatos compro ração whiskas para eles e mas gato castrados não me arrependo de gastar com eles pois eles sabem retribuir o amor e carinho que dou pra eles me sinto bem em fazer para eles no mais amo os animais todos eles mas o meu animal de estimação é o gato não consigo viver sem um gatinho para me aquecer todos dormem na cama comigo tem ou tinha um que faleceu depois de vinte anos comigo viveu vinte anos teve trés avc tinha problemas no figado as vezes era preciso levar para o vete para ele tirar a urina dele tomava remedios diretos mas me dava muita alegria estava caduco como dizem mas era muito amado e foi na hora dele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: