Vômito – Cães e Gatos

19 fev

via DICAS PELUDAS by DENISE DECHEN on 2/18/13

Slide6.JPG

O vômito é uma das razões mais comuns por que os donos levam seus cães para o veterinário. Episódios isolados de vômitos raramente é motivo de preocupação desde que o cão tem um apetite, esteja ativo e alerta; cães saudáveis poderão, ocasionalmente, vomitar toda ou parcialmente a comida digerida, grama, ou líquido, espuma clara. No entanto, vômitos crônicos com duração de vários dias pode indicar uma doença mais grave subjacente que requer tratamento.

Os cães que vomitam por mais de um dia, ou parecem deprimidos e não estão comendo devem receber atenção veterinária imediata para que seja investigada a sua causa e a desidratação tratada.
Slide5.JPG

Sinais clínicos:

Náusea, às vezes, salivação excessiva nos cães. Eles podem vomitar comida, um líquido claro ou também amarelo (bílis), pode ter vestígios de grama ou sangue. Dependendo da causa subjacente do vômito, o cão pode ter um bom apetite ou pouco, diarréia, desidratação, ou outros sinais. Havendo a perda de peso é indício de que a doença já se arrasta por um tempo e as gengivas podem estar brancas/amareladas ou seca de desidratação.

Descrição:

O vômito é um reflexo em que os alimentos e / ou líquidos são trazidos do estômago através da boca. Vômitos ocorrem quando o centro do vômito do cérebro chamado zona de gatilho quimiorreceptora, localizada na medula, é estimulado pelos impulsos nervosos específicos do corpo. Doenças e determinadas situações, tais como um passeio de carro pode estimular os nervos que conduzem ao centro do vômito, o que resulta em náuseas e vômitos. Muitos medicamentos contra vômitos, na verdade, atuam bloqueando os sinais da zona de gatilho quimiorreceptora.
Slide3.JPG

Complicações de vômitos podem incluir:

Desidratação, perda de peso e pneumonia por aspiração, que ocorre quando vômito é inalada para os pulmões, causando pneumonia.

Diagnóstico:

O veterinário vai precisar ter uma história completa do proprietário (quando teve início, o que aconteceu antes do animal vomitar, alguma mudança na rotina, se vem perdendo peso…), e realizar um exame físico completo no animal para determinar a gravidade do vômito e quanto tempo vem ocorrendo.

Alguns cães não vomitam realmente, em vez disso eles regurgitam. Isto significa que a comida rapidamente volta até o esôfago logo após comer.. Quando os cães têm estes sintomas, o veterinário irá avaliar que a doença pode ser no esôfago, em vez de no estômago ou intestinos. Se o vômito tem ocorrido por qualquer período de tempo, exames laboratoriais específicos são necessários para ajudar a determinar se existe alguma doença que afeta os órgãos como o fígado, rins e pâncreas. Um exame de flutuação fecal muitas vezes é feito para detectar a presença de parasitas intestinais, que podem causar vômitos. Os raios X são muitas vezes necessário para detectar problemas no abdômen, como um corpo estranho no estômago ou no intestino, o que pode ocorrer quando um cão engole algo como uma bola ou um brinquedo pequeno. Às vezes, um exame com contraste é necessário. O contraste percorre o trato gastrointestinal e ajuda a determinar se existem quaisquer anomalias. Outras ferramentas diagnósticas incluem Ultrasom, Endoscopia, material para biópsia é geralmente recolhido para determinar se os tecidos são normais. Em outros casos, a cirurgia exploratória é necessária para diagnosticar o problema. Encaminhar o animal para um especialista nesses casos pode ser necessário.
Slide2.JPG
Prognóstico:

Animais que vomitam apenas por um dia ou dois, mas não estão doentes e não tem uma doença subjacente, normalmente têm um excelente prognóstico.

Já os animais que vomitam durante vários dias, o prognóstico depende da causa e rapidez com que o proprietário procura de atenção veterinária. Atenção médica rápida, normalmente, oferece o melhor prognóstico, pois a doença subjacente terá menos tempo para causar danos.

Causas:

Existem várias causas de vômito. Alguns exemplos incluem a doença do movimento (enjôo ao andar de carro), drogas e obstrução do trato gastrointestinal que pode ocorrer quando um cão engole um objeto estranho, como uma bola de golfe. Inflamação do trato gastrointestinal, devido a doença inflamatória do intestino, parvovírus, e parasitas frequentemente produzem vômitos. Doenças dos rins, fígado, pâncreas e outros órgãos vitais, indício de tumores e até mesmo comer em excesso pode causar vômitos também.

Slide4.JPG
Tratamento:

Para os animais com vômitos apenas por um período curto, mas que matem o apetite e estão saudáveis e alerta o tratamento sintomático de um a três dias é geralmente muito eficaz. Normalmente em casos leves, o alimento é retido por 24 a 36 horas e medicamentos podem ser dados pelo Veterinário para ajudar a aliviar o vômito. Se o vômito for persistente, ou o animal estiver visivelmente doente, o uso de terapia de fluido intravenoso irá corrigir e prevenir a desidratação. Drogas também podem ser administradas por via intravenosa, em vez de por via oral. A continuação do tratamento é baseada em encontrar e corrigir a causa subjacente do vômito.

Condições diferentes exigem tratamentos específicos. Um cachorro que engoliu uma bola de golfe por exemplo, necessita de ter a bola removido cirurgicamente, a fim de parar o vômito. Um cão com parvovirose precisa de anti-vômitos medicamentos, antibióticos, antiácidos e cuidados de suporte até que a virose esteja controlada. O veterinário irá determinar o melhor tratamento necessário para o animal.

Slide1.JPG

Prevenção:

Em muitos casos, os proprietários podem evitar vômitos, usando do senso comum e medidas cautelares. Os proprietários devem tomar medidas para garantir que todas as drogas e venenos domésticos, cordas e pequenos brinquedos que possam ser engolidas, além de alimentos inapropriados e lixo estejam fora do alcance do animal. Os cães devem ser alimentados com uma dieta consistente, sem excessos alimentares. Alimentos para humanos, lanches, petiscos por exemplo,devem ser evitados.

Fonte pesquisada: http://www.veterinaryassociates.net/vomiting.htm
Adaptada por Denise Dechen

SEJA GENTIL PARTILHE MAS NÃO ESQUEÇA DE DAR OS CRÉDITOS DENISE DECHEN
(http://dicaspeludas.blogspot.com.br/)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: