Como adaptar um novo gatinho à casa | Comportamento Felino

23 nov

(via TUDO GATO – Pra quem é curioso como eles… by Lauesg on 11/23/12)
comportamento-felino_2012_01a.png

Queridos amigos(as), é com enorme prazer que lhes escrevo algumas dicas básicas e eficientes de como adaptar um novo membro miau em casas onde já existe outro gato.

tudo-gato-comportamento-felino_introduzindo_01a.jpg
foto: giane portal / fofurasfelinas

É a 2° dúvida mais frequente que respondo na ONG onde atuo: www.adoteumgatinho.org.br.

Muitas pessoas me escrevem querendo saber como adaptar um novo gatinho à casa. Essa adaptação nos primeiros dias, influi de maneira permanente no comportamento e na dinâmica do ambiente como um todo.

Precisamos agir pra que continuemos vivendo tranquilamente. Tanto nossos gatos como nós, humanos de estimação.

1° – Escolha o novo gatinho pelo temperamento que lhe agrada e que não destoe da sua casa (por exemplo: mais brincalhão, menos ativo, mais calmo, mais agitado)… O “casaquinho” do gatinho é o que menos importa.

2° – Deixe o novo morador num cômodo separado com água, ração de boa qualidade, brinquedos, e cobertinhas usadas pelo gatinho já residente da casa. Isso ajuda no reconhecimento dos cheiros. Quando forem se encontrar, o cheiro “estranho” do novo morador já vai estar amenizado. Isso estressa muito menos o gatinho antigo.

3° – Passado uns dias, coloque o novo gatinho na caixa de transporte, de modo que ele fique seguro e deixe-o perto do gatinho residente. Presenteie o gatinho antigo com petiscos, carinho, algo que lhe seja prazeroso. Ele associará o novo morador à coisas boas.

4° – Sempre tenha lugares altos pros gatinhos observarem as novidades (arranhadores, aparadores perto de janelas teladas, etc). Eles adoram observar tudo do alto e isto lhes dá uma impressão de segurança, o que ajuda muito.
Na ausência do gatinho residente da casa, agrade bastante o novo gatinho.

tudo-gato-comportamento-felino_introduzindo_02a.jpg
foto: giane portal / fofurasfelinas

Se estas dicas não resolverem, muita gente recorre à florais de Bach na água de beber.

Já encontramos em bons pet shops as formulações prontas. Basta seguir a bula.

Outra dica muito usada, é o ferormônio sintético Feliway de tomada ou spray. Ele ajuda nessa fase de adaptação, stress, mudanças, idas ao vet, etc. Vem sido usado com muito sucesso há anos no exterior e já temos aqui no Brasil disponível pra compra.

Aqui em casa e, para muitos que dei a dica, funcionou muito bem.

No mais, é ter calma, paciência e muito amor, porque gatos são, por excelência, caçadores solitários, não vivem em matilhas como os cães e são diferentes na hora da adaptação de um novo membro no grupo.

Cat abraços e ronrons pra todos!

Marisa Licursi
Dúvidas em comportamento felino da ONG www.adoteumgatinho.org.br
Email: marisalicursi

Anúncios

Uma resposta to “Como adaptar um novo gatinho à casa | Comportamento Felino”

  1. Karoline 01/06/2013 às 8:36 pm #

    Então gente… Li vários tópicos sobre adaptação dos gatinhos… E vim compartilhar minha experiência pra que possa ajudar alguém rs.
    Então eu tinha a Minnie que tinha 7 meses de vida e decidi adotar uma outra gatinha a Marie de 45 dias, ai ja viu ne meu deus a Minnie era super dócil calma mas de repente virou um Leão rsrs, dai fui testando varias coisas diferentes que li e acreditem realmente da certo..
    Acho que um dos pontos que possa ter ajudado foi o de a Marie ser um bebe… Mas tudo bem deixei a Marie trancada no banheiro e de vez em quando abria a porta pra elas se verem , mas nao esperei 3 dias nao no primeiro segundo dia ja ia mostrando( nao tenho paciência rsrs) e dai foi… Uma hr coloquei o cobertor da Marie pra Minnie cheirar e assim foi , comecei deixando a marie solta durante o dia e prendia a noite.. Meu deus era uma briga so mais nao deixava a Minnie bater na menor… Hj uma semana depois elas ja estao super bem rsrs e uma delicia ver as duas brincando a Minnie lambe ela todinha e comem juntas etc, claro que de vez em quando a Minnie da umas mordidinhas na Marie mas agente percebe que ela quer brincar e nao machucar… Bom é isso a história da minha gatinha e espero que possa ajudar alguém!!!
    Beijinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: