O que você precisa saber antes de escolher a ração do seu gatinho?

15 out

(via Amor & Miados de Amor & Miados em 12/10/12)

A escolha e qualidade das rações oferecidas aos nossos felinos é um tópico recorrente em conversas e comunidades para gateiros pela internet.

Infelizmente, comparando com o resto do mundo, as rações brasileiras estão em patamar inferior e somente agora o mercado está oferecendo mais opções.

Neste post vamos ajudar você a escolher uma boa ração para o seu gatinho e explicar cada detalhe que devemos estar atento para a alimentação de nossos felinos.

Sempre oriento que as pessoas escolham rações em comércios especializados para animais de estimação ( como petshops ) e evitem rações populares, vendidas em sacos abertos em portas de mercado ( que estão constantemente expostas à fezes e urina de ratos, baratas e outros insetos, além da poluição e desgaste maior pelo contato com o ar ), rações com preços muito reduzidos ou que estejam disponíveis em supermercados, como a Whiskas, Friskies, Top Cat, etc.

1- CUSTO X BENEFICIO

Muitos donos de gatos, quando sugerimos a troca de ração, logo respondem que não é necessário pois o gato "come com vontade" a ração antiga, etc. Mas isso tem um motivo. As rações de supermercado possuem ingredientes de qualidade inferior e o animal precisa comer mais e mais vezes durante o dia para se manter saciado. Ou seja, você acaba comprando mais ração em um período de tempo mais curto e, consequentemente, gastando mais.

As rações premium, por possuírem maiores níveis nutricionais, acabam saciando o animal com menores porções, ou seja, a ração dura mais tempo e seu animal fica melhor nutrido com o seu investimento inicial.

2- CORANTES

Vermelho para ilustrar carnes, verde para "legumes", entre outras cores artificiais que apenas trazem malefícios.

Problemas urinários são comuns em gatos, como insuficiência renal, cálculos na bexiga, rins e, nos machos, calculos na uretra. Ainda não há um motivo especifico para a sindrome urologica felina, mas sabe-se que rações cheias de corante e sódio ( sal ) podem aumentar as chances de doenças urinárias.

Rações coloridas também podem desencadear alergias alimentares, que passam despercebidas até se tornarem graves, com o gato arrancando tufos de pêlo por lambeduras ou mordidas ou perdendo pedaços inteiros de pelagem. Outros sintomas de alergia alimentar são, diarreia ( ou fezes sempre moles ) e vômitos.

2011_01_Tutu_Friskies_IndoorDelights.jpg
uma porção de friskies perigosamente colorida

PROPLAN, ROYAL CANIN, GOLDEN e NATURAL são alguns exemplos de rações de qualidade superior e que trazem grãos amarronzados, ou seja, mesmo que haja uma certa dose de corantes, é bem menor do que marcas mais populares que tornam o produto atrativo – para os donos – através da excessiva coloração artificial do mesmo.

3- NIVEIS DE PROTEÍNA E UMIDADE

Uma ração de qualidade tem níveis de proteína acima de 28% e de gordura acima de 14%.

Isso porque a proteína é a base da alimentação de um animal carnívoro, como o gato. Ela serve de base para a construção de ossos, músculos, estruturas nervosas etc. A gordura é a fonte de energia. Ao contrário do que se pensa, os gatos digerem a gordura muito bem e ela deixa a ração muito palatável. Mas cuidado, uma ração muito gordurosa pode levar a sobrepeso.

A água é o mais importante de todos. É difícil de lembrar dela na hora de escolher uma ração, mas devemos ter em mente que todos os felinos obtém a maior parte da água que o seu organismo precisa através da comida.

A ração seca está ligada com o aparecimento de cálculos e problemas urinários e renais. Adicionar ração úmida diariamente a alimentação do seu gato, incentivar o consumo de água e escolher uma ração com um bom nível de umidade e digestibilidade auxiliam no combate a esse tipo de problema.

4- QUANTIDADE DE GRÃOS ( MILHO, SOJA, ETC )

Gatos não conseguem processar grãos ou carboidratos. Eles existem na ração pois são baratos e "enchem linguiça" muito bem.

Procure por rações que contém poucos carboidratos, além de não serem bem aproveitados pelo organismo estão associados também a problemas renais e são grandes causadores de alergia (milho e soja principalmente).

why_go_grain_free.png

Hoje no Brasil nós temos uma opção de ração "grain-free", que é a N&D Natural and Delicious da Farmina. Leia o rótulo da ração e opte por aquelas que tenham como primeiros ingredientes de fonte animal, como vísceras e carnes e fuja das que tem como primeiro ou segundo item um grão ou carboidrato.

5- BHA e BHT – ANTIOXIDANTES SINTÉTICOS

Eles servem para retardar a oxidação, deteriorização, rancidez e descoloração decorrentes da autoxidação e fazem isso muito bem, porém, os mesmos elementos que preservam tão bem a ração do seu gato também podem afetar a sua saúde e esta caracteristica está associado ao aparecimento de cânceres e tumores, podem contribuir para a dificuldade de metabolizar os alimentos e também na mudanças no estado geral de saúde e comportamento.

Evite alimentos que contenham esses produtos químicos.

gatoracao03.gif

O Japão baniu seu uso completamente em 1958 e países como Romênia, Suécia, EUA e Austrália baniram seu uso em rações e alimentos infantis. Até o McDonald’s deixou de usá-lo em 1986.

Rações brasileiras que não utilizam esses conservantes são a NATURAL, da Guabi e a Proplan.

3- BELEZA E SAÚDE DA PELAGEM

Pelagem mais farta, saudavel e bonita são alguns dos resultados de uma ração adequada. Também é unanime os elogios quanto à redução de queda de pêlos em gatos que tem acesso à rações super premium. Algumas rações são extremamente gordurosas ( você pode sentir o cheiro forte e a gordura nas mãos ) e isso pode ocasionar alergias, seborreias, etc.

4- FEZES E GASES

Animais alimentados com rações cheias de corante e de qualidade inferior geralmente apresentam flatulência e abdômen distendido por gases. Fezes com menor tamanho, firmes e com menor odor são resultado de uma melhor alimentação, já que a maior parte dos nutrientes oferecidos pela ração são aproveitadas pelo organismo.

*****

Logico que existem casos em que o gato pode ter vivido por 15-20 anos, comendo ração de preços baixos, baixa qualidade, cheia de corantes e nunca ter tido nenhum problema, mas esses sortudos são exceções.

Mesmo a melhor ração nunca será 100% segura ou benéfica para um animal carnívoro como cães e gatos. Rações, falando resumidamente, são feitas de restos de ossos e pedaços de carnes que não podem ser utilizadas em consumo humano – pela baixa qualidade – além de inúmeros aditivos químicos As latas de patê – apesar de também serem industrializadas – ajudam muito na dieta e devem ser utilizadas, principalmente com gatos, sempre que possível.

A cada dia mais e mais pais e mães de cães e gatos reclamam sobre os efeitos da alimentação industrializada para seus animais.

Uma alternativa segura e saudável que vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil é a Alimentação Natural, justamente pela insatisfação e problemas de saúde ( alguns deles crônicos ) de centenas de animais em relação à ração industrializada.

Se você quiser saber mais sobre alimentação natural, visite:

http://amoremiados.blogspot.com.br/2012/03/alimentacao-natural-o-relato-de-uma-mae.html

Alimentação Natural para Pets – http://www.facebook.com/groups/109562202529256/

Cachorro Verde – cachorroverde.com.br

– Agradecimentos inúmeros à Arissa Vasconcelo, mãe de gatos e cães, pela ajuda no post. Obrigada, querida 🙂 –

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: