CORRIMENTO NASAL EM FELINOS

4 set

via DICAS PELUDAS de DENISE DECHEN em 03/09/12

CORRIMENTO+NASAL.jpg
Retirado na integra do Blog: VETERINÁRIA DE FELINOS
Por: Dra Melissa Orr

Coriza ou corrimento nasal é a presença de secreção de qualquer aspecto (serosa, mucosa, catarral, sanguinolenta, etc) proveniete de uma ou ambas as narinas. È normalmente acompanhada de espirros que projetam a secreção para fora das narinas. Quando o corrimento nasal ocorre há mais de 30 dias ele é considerado crônico. Pode ser desencadeado por vários patógenos diferentes sendo portanto importante uma abordagem diagnóstica sistemática.
Geralmente, gatos acometidos sofrem episódios periódicos de espirros intensos, indicando doença na nasofaringe dorso caudal. Na maioria das vezes, o corrimento nasal não indica necessariamente a presença de doença sistêmica, exceto nos casos de infecções fúngicas ou neoplasia.
Os diagnósticos diferenciais incluem:
-Infecção viral – herpesvirus felino, calicivirus felino
-Infecção bacteriana – Pseudomonas, Proteus, Staphylococcus, Chlamydia, entre outros.
-Infecção por fungo – Cryptococcus, Sporothrix
-Neoplasia- adenocarcinoma, linfossarcoma, entre outros
-Parasitas – cuterebra
-Pólipos inflamatórios
-Corpo estranho
-Alergia alimentar
-Atopia
– Doença periodontal
Os diagnósticos diferenciais primários incluem alguns fatores tais como idade do surgimento dos sintomas (gatos jovens sugerem doenças virais, bacterianas ou pólipos e gatos mais idosos sugerem neoplasias, sendo que as demais causas não estão relacionadas á idade).
Radiografias devem ser obtidas em projeção lateral e ventro dorsal para visualização dos seios nasais onde normalmente se observa opacidade de um ou ambos os seios nasais indicando presença de secreção.
Cultura e citologia de secreção deve ser coletada diretamente do foco através de punção do palato e aspiração do material.
Outros exames incluem endoscopia (rinoscopia) e rinotomia (acesso cirúrgico da cavidade nasal).
Pela minha experiência tenho observado que nos gatos de meia idade a patologia mais frequente é a presença crônica de secreção em seios nasais indicando sinusite e em gatos jovens doença do trato respiratório superior na maioria das vezes de origem viral.
O tratamento dependerá da causa e o prognóstico depende do diagnóstico específico.

Fonte:http://veterinariadefelinos.blogspot.com.br/

SEJA GENTIL PARTILHE MAS NÃO ESQUEÇA DE DAR OS CRÉDITOS
DENISE DECHEN (http://dicaspeludas.blogspot.com.br/)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: