COMO INTRODUZIR O SEU NOVO GATO PARA OUTROS QUE JÁ VIVEM NA CASA (PARTE 1)

17 ago

(via DICAS PELUDAS de DENISE DECHEN em 17/08/12)

Slide8.JPG
Por MV Gabriel Dias

Quando levamos um gato para casa e o introduzimos no ambiente com outros animais, o que se segue não é algo natural.
Apresentar um gato a outros sem um período de adaptação é forçar o mesmo a adentrar um território estranho, ameaçador. Além disso, forçar os residentes a aceitarem o novato goela a baixo é gerar um ambiente instável e sem previsibilidade.
Slide2.JPG

Parece óbvio descrito assim em palavras, mas não é assim. A maioria esmagadora das pessoas introduz um gato imaginando que ele estará bastante grato de ser adotado, reconhecerá imediatamente os demais gatos residentes como irmãos de coração e que estará feliz em compartilhar aquela única vasilha sanitária que é limpa com afinco todos os dias (afinal o que é dividir uma vasilha sanitária com outros quatro ou mais gatos, se estava em uma situação complicada no meio da rua?).

Slide4.JPG

Gatos escolhem seus afiliados não biológicos de forma bastante demorada caso eles não sejam afiliados biológicos (parentes de sangue). Poderão até não estabelecerem jamais algum tipo de afiliação. Em vida não doméstica, os gatos que querem se aproximar levam bastante tempo para terem a oportunidade de se exibirem e impregnarem o ambiente alvo com seus odores individuais. Quando um gato não se sente à vontade terá a chance de ir embora buscando um local onde possa se beneficiar de uma colônia e seus recursos disponíveis. Se tiverem chance de uma adaptação ponderada e funcional, ótimo, terão chances de formarem um lar de gatos com equilíbrio e recursos adequadamente disponíveis. Caso sejam introduzidos agudamente ou mesmo passam a habitar um lar superpovoado… (sobrancelhas franzidas e um ar de reprovação)… A situação poderá ficar bastante complicada.
Slide7.JPG

Mas, como explicar tantas informações a pessoas carinhosas que aglomeram os gatos em pequenos espaços imbuídos de todas as boas intenções?Como falamos anteriormente, muito complicado. Territórios, organização social, limites de tolerância e etc. Não existe possibilidade de conversa quase sempre.
Os gatos são tolerantes? Não, não são. Esses humanos ainda não pararam para observar exatamente de que forma eles demonstram a intolerância. Bem, ou estão tão envolvidos com suas boas intenções que não percebem (Não há ironia nesta afirmação, sinceramente). Comer exasperadamente, não comer adequadamente, lamber-se excessivamente, viver em constante apreensão, agressividade, diarreia e vômito crônico, doenças associadas à imunoincompetência e etc. Não citei as doenças infecciosas e parasitárias que se alastram agressivamente nestes ambientes superpovoados, caso contrário um universo de páginas seria ainda insuficiente.
Apresenta%C3%A7%C3%A3o10.jpg
Atenção, muita atenção para não acumular gatos e orientar outras pessoas a deliberar sobre o assunto. Conversem a respeito de manejo com os veterinários, biólogos, comportamentalistas e demais interessados em bem-estar animal. A Bióloga especialista em comportamento de gatos e acadêmica em Medicina Veterinária Ana Luiza Carneiro e a terapeuta comportamental Priscila Felberg têm desenvolvido observações sobre a introdução de gatos em ambientes domésticos no Rio Janeiro e São Paulo, respectivamente. Há residências com dois ou cinquenta gatos. O número não está diretamente relacionado com situações de estresse. Outros fatores devem ser levados em consideração. Esta situação é preocupante e merece uma discussão orientada, técnica e assertiva. Amor com gatos sem comprometimento não é amor é equivoco.
Vida longa aos gatos e até a próxima.
Gabriel Dias. (Medico Veterinário (UFRRJ) Mestre e Doutor em Ciências Veterinárias (UECE))

Fonte:http://clinicaparagatos.blogspot.com.br/

SEJA GENTIL PARTILHE MAS NÃO ESQUEÇA DE DAR OS CRÉDITOS
DENISE DECHEN (http://dicaspeludas.blogspot.com.br/)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: