Filhotes – Identificando a idade e as necessidades de cada faixa etária

25 abr

via Amor & Miados by Amor & Miados on 4/25/12

A maioria das pessoas não tem noção alguma sobre a idade correta dos gatos que encontram nas ruas. Já vi até mesmo veterinários errando idade de filhotes grosseiramente 😛

Já me enganei algumas vezes em termos de anos de um adulto, até conseguir confirmar pela dentição e desgaste da mesma.

Examinar os dentes de um gato supostamente adulto ( eles só se tornam realmente adultos com 3 anos e meio ) é a melhor forma de identificar a idade de um felino após os 6 meses de idade, quando trocam os dentes de leite.

396458_257839500948473_144214108977680_703296_859870614_n.jpg
desenvolvimento etário dos gatos em comparação com os humanos 🙂

É importante reconhecer a idade apropriada dos gatinhos que aparecem na nossa frente para podermos oferecer os cuidados necessários, principalmente no caso de filhotes largados à própria sorte e para evitar fugas para reprodução e ninhadas indesejadas, ao achar que os filhotes são "jovens demais" para serem castrados.

Gatos são alérgicos a leite de vaca, filhotinhos podem morrer em poucas horas por causa de diarreia, então para órfãos é necessário uma formula especial ( já existe a venda em petshops ) além de inúmeros outros cuidados.

imth_afe5e85160b2319e0c9cfebae0d36b68.jpg

Infelizmente, mesmo com pessoas experientes, alguns não resistem e acabam morrendo por conta da irresponsabilidade de quem não castrou a mãe e ainda, cruelmente, os condenou ao abandono.

O ideal, ao encontrar gatinhos orfãos recém-nascidos, é conseguir uma mãe de leite, uma gata amamentando e com filhotes que possa aceitar 1 ou 2 boquinhas a mais.

Para mais informações sobre cuidados com filhotes órfãos, visite – http://gatosdorio.sites.uol.com.br/salvandobebes.htm

RECÉM-NASCIDOS

Os gatinhos recem nascidos possuem um formato de corpo alongado, que facilita o parto.
As garrinhas ainda não são retrateis. Os olhos estão fechados, assim como as orelhas.

filhote+1+dia+de+vida+.jpg

Nesta fase eles são completamente dependentes da mãe, não somente pela alimentação – que precisa ser feita de 2 em 2 horas – mas também para estimular ( através de lambidas ) o estomago e intestino e evitar a ausênca de movimentos dos mesmos, que podem levar a sepse e morte em pouco tempo e para regular o calor corporal.

Até os 30 dias de idade, os bebês são extremamente frágeis, é importante evitar manipular os filhotes ( evitando doenças ) e não perturbar a mãe – ela pode rejeitá-los ou escondê-los.

15 DIAS

Com 2 semanas de vida os olhinhos já estão abertos, mas as orelhinhas continuam abaixadas.

filhotinho+15+dias.jpg
bebê de 15 dias começando a "engatinhar" 🙂

Os bebês ensaiam os primeiros passos, com as patinhas ainda tremulas e a barriga junto ao chão. Ainda são dependentes do leite e dos cuidados da mãe.

20-30 DIAS

Aos 20-30 dias os bebês já conseguem correr e já brincam uns com os outros. É nessa fase que a socialização começa, onde eles aprenderão a não morder com força e aceitar carinhos e colo humano. Eles também já demostram curiosidade pela ração, pois o estomago e intestino já começam a se adaptar para a transição de leite para comida pastosa ou solida, mas ainda se alimentam basicamente do leite da mãe.

filhote+30+dias.jpg

Já podem ir ao veterinário para a primeira consulta e primeira dose de vermifugo liquido, após a avaliação médica e serem pesados. A dosagem deve ser correta em relação ao peso para não correr o risco de intoxicação.

É importante não permitir o contato de um filhote não-vacinado com outros animais, pois podem contrair doenças graves e até mesmo fatais.

Se possível, peça para que o veterinário vá até sua casa para a primeira consulta.

Há rações disponíveis no mercado para gatinhos dessa idade, de pedaços pequenos e com nutrientes adequados para essa fase. Também é possível oferecer papinha, feita com patê em lata ( frango, peru ou carne ) + leite NAN ou Petmilk para não sobrecarregar o intestino e estomago.

royal-canin-baby-cat-3805-2229_zoom.jpg

É importante esterilizar a mãe 30 dias após o parto, pois ela entra no cio e irá engravidar novamente.

30 – 45 DIAS

As orelhinhas já estão plenamente abertas, dando a eles equilíbrio e habilidade para correr atrás de brinquedos e saltar. Nesta idade é possível começar o desmame, com ração seca e patê.

filhote+2+meses.jpg

Eles já são capazes de usar a caixinha de areia neste estágio.

2 MESES DE IDADE

Nesta idade os bebês já estão plenamente aptos para se alimentarem sozinhos e usarem a caixa de areia. É quando devem começar a ser imunizados com a primeira dose da multipla felina, já podem ser castrados e doados para bons lares 🙂

IMG_3622.JPG
Clarinha aos 2 meses de idade, um pouco maior que minha mão 🙂

A socialização deve continuar, com brincadeiras e colo, para que eles sejam animais acostumados ao contato humano e não se estressem. Filhotes que são colocados em contato com cães e pessoas diferentes nesta idade geralmente se tornam animais bem tranquilos e sociáveis.

É importante respeitar as horas de descanso.
Eles comem de 4-5 vezes por dia.

Para saber mais sobre castração pediátrica – http://felinosurbanos.blogspot.com.br/2011/11/castracao-precoce-fatos.html

3 MESES

Segunda dose da vacina múltipla felina, fechando o esquema vacinal deste primeiro ano de idade.

Os olhos mudam da cor azulada para a cor definitiva.

IMG_6156.JPG
Dalila, aos 3 meses de idade, no dia da castração pelo projeto 🙂

4 MESES

Primeira dose da vacina anual anti-rábica.

Antes dessa idade a vacina não trará nenhum beneficio.

IMG_1822.JPG
Michaela foi resgatada aos 4 meses de idade 🙂

5 MESES

Esta é a idade para castrar seu gatinho se ainda não o tiver feito.
Se houver machos inteiros pela área as fêmeas entrarão em cio precoce, poderão fugir e engravidarão.

IMG_2752.JPG
Nick, lindão, castradinho aos 5 meses de idade 🙂

Os machos também podem se tornar estimulados a urinar pela casa, marcando território, fugir e miar incessavelmente ao perceberem fêmeas no cio ao redor da casa.

Para saber mais dos benefícios da castração em gatos, visite – http://felinosurbanos.blogspot.com.br/2011/11/castracao-em-gatos-fatos.html

6 MESES

Nesta idade, fisicamente, eles já se assemelham a um gato adulto em porte e peso.

Se ainda não forem castrados, se tornam sexualmente maduros.

Os dentes de leite são substituídos pelos leites permanentes de adulto.
Devem continuar com a ração de filhotes até 1 ano de idade.

IMG_4720.JPG
Ícaro no dia da castração, em 2010, aos 6 meses 🙂

Adotar um gatinho é uma responsabilidade para toda a vida. É muito fácil deixar se encantar por um filhotinho, mas ele irá crescer e se tornará um adulto e idoso que irá depender inteiramente de você.

Um gato castrado e que vive dentro de casa pode atingir os 20 anos de idade. Devemos considerar não somente o amor, mas também os investimentos de tempo e financeiros, para que este gatinho tenha todo o suporte para uma existência feliz ao nosso lado 🙂

Para saber mais sobre o enxoval necessário para o novo membro da família, visite – http://amoremiados.blogspot.com.br/2011/02/preparando-o-enxoval.html

Fotos ilustrativas e informações retiradas dos livros:

If Your Cat Could Talk ( em inglês ) , do Dr.Bruce Fogle

Como Cuidar Bem do Seu Gato, guia prático de cuidados essenciais para gatos ( Andrew Edney, RSPCA )

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: