BICHO: AMOR VERDADEIRO, AMOR ETERNO

7 jul

Por Stella Cavalcanti

Texto publicado no Primeira Fonte

Ano passado, duas das minhas gatas adoeceram ao mesmo tempo.

Peraí, deixa eu começar do começo: eu e Amado Marido temos gatos. Hoje são quatro: a Bijoux e seus filhotes Lara, Carolina e Jean-Luc.

Ano passado, a Bijoux e a Muriel adoeceram ao mesmo tempo. A Bijoux se recuperou bem, mas tem que tomar remédio o resto da vida e a Muriel, infelizmente, morreu de câncer em dezembro. E nesta época do ano, com o frio, é muito comum que gatos e cachorros adoeçam. É, o pêlo ajuda a esquentar, mas não é uma capa invulnerável. E, com base no que eu passei em março de 2010, vim dividir com vocês alguns cuidados que devemos ter com nossos bichos de estimação.

Uma coisa básica para a saúde do seu animal é a castração. Uma gata ou cadela castrada escapa de muitas doenças, principalmente da piometra, uma grave inflamação no aparelho reprodutor, que é fatal se não for diagnosticada a tempo. Um gato ou cachorro castrado não vai fugir de casa porque sentiu o cheiro de uma fêmea no cio. Filhotes não serão abandonados nas ruas, correndo o risco de morrer, de serem alvo de violência ou de gerarem mais e mais filhotes, alimentando este círculo vicioso.

Outro cuidado fundamental é manter as janelas teladas, quer você more em casa ou apartamento. Um animal com acesso à rua está em risco permanente. É comum gatos fujões serem atropelados ou levarem choques graves em muros que têm cercas elétricas. E há, claro, muita gente ruim no mundo. Tem gente que tortura animais por pura maldade – ou mata em rituais de magia negra. Não exponha quem você ama a esses perigos!

Bijoux

Esta é uma lista baseada no que eu aprendi com a doença das minhas gatinhas:

1 – Se seu bicho está agindo estranho (por exemplo, o gato está comendo a areia do banheirinho) não espere para ver se continua. Leve-o ao veterinário o quanto antes. Os gatos, especialmente, pioram muito rápido devido ao metabolismo, e o que não era grave num dia pode ser grave no outro.

2 – Nunca espere para fazer um exame depois do fim de semana, pode ser tarde demais. Ande, corra, cozinhe o juízo do seu veterinário. Ele tem outros pacientes para se preocupar; o seu gato (ou cachorro, ou hamster, ou calopsita ou jibóia) é SUA prioridade. Corra atrás.

3 – Cerque-se de amigos. Amigos conhecem pessoas, amigos indicam veterinários, amigos dão uma força, amigos dão colo, amigos ouvem e têm boas idéias. Foi através de amigos (a Alessandra e o Marcos) que conseguimos o primeiro doador de sangue para a Bijoux, o gato Otto.

4 – Bicho não tem plano de saúde e o tratamento é caro. Vai ser um desfalque na sua conta, mas é assim com todo mundo. Pode conversar que você chega num acordo que vai caber no seu bolso, negocie um parcelamento.

5 – Seja organizado. Escreva toda a história da doença do seu bichinho, faça um cronograma. Na hora da consulta você pode ficar nervoso e esquecer alguma coisa. Faça um esquema com os horários dos remédios, marque um X depois de dá-los ao seu bichinho. Leve esses papéis ao veterinário. Guarde todos os exames e esses papéis numa pasta ou num envelope. Ajuda prá caramba.

6 – Como aqui foram duas doentes ao mesmo tempo (no espaço de dez dias, a Muriel operou de um câncer de mama e a Bijoux retirou o baço) peguei duas embalagens de sorvete e escrevi o nome delas. Os remédios ficaram dentro. Colei o esquema dos remédios na parede, acima das embalagens.

esquema de remédios

7 – Eu quase dei a dosagem errada do remédio da Bijoux uma vez porque estava cansada e confundi os frascos. Peguei a caneta de escrever em cd e escrevi, na tampa, a inicial de cada remédio. Nunca mais errei.

8 – Se vai dar comprimidos pela metade, compre um cortador de comprimidos na farmácia. É barato, algumas dão como brinde. Se o comprimido for de cartela, deixe a parte metálica de um e cole um pedacinho de esparadrapo por cima, permitindo abrir e fechar sem problema. Desse jeito, a metade que você guardar não vai se perder ou se sujar com alguma coisa.

9 – Horários de remédio são sagrados, mas cinco minutos a mais ou a menos não fazem seu bichinho correr risco de vida – a não ser que o veterinário diga isso.

10 – Seus amigos, seus amores vão entender que você está passando por um momento difícil. Aceite ajuda.

11 – Não desista. Lute por seu bichinho enquanto ele lutar.

12 – Minha amiga Clara Quintela acrescentou mais uma dica – Não sacrifique o seu bicho antes da hora. Suspeita de alguma doença não significa que ele a tenha. E mesmo que fique comprovado que seu animal tem um câncer, não quer dizer, necessariamente, que ele não possa ficar curado. Esgote todas as possibilidades antes. A esperança é a última que morre.

Eu sei, tem gente que vai achar isso tudo um exagero. Antigamente, as relações entre as pessoas e seus animais eram mais distantes, mesmo. Quem era o cão de guarda, passou a ser o melhor amigo do homem e agora é tratado como um filho peludo. Honre o amor que seu bicho tem por você. É um amor incondicional, que só pode ser retribuído com a nossa compreensão de que não somos donos, e sim amigos responsáveis por vidas preciosas.

Muriel

Se você quer ajudar, mas não sabe como, e não pode adotar um bichinho, que tal apadrinhar?

Eu recomendo de todo coração: Associação Quatro Patinhas (gatos, cachorros e cavalos), Adote Um Gatinho e SOS Gatinhos

Claro, doações de jornais, ração, potes plásticos, bacias, remédios (inclusive humanos!) cobertores, etc, são muito bem-vindas 🙂

Anúncios

2 Respostas to “BICHO: AMOR VERDADEIRO, AMOR ETERNO”

  1. Laís 09/07/2011 às 12:04 am #

    Excelente post ! Como a minha bicharada já é toda formada por peludos idosos preciso ficar de olho em todos e me preparar para possíveis doenças. Cuido o melhor que posso deles e espero que vivam muitos anos mais. Ótimas dicas !
    Beijos

  2. Carla Kyrillos 31/07/2011 às 5:47 am #

    Ola, vi que gosta do Simon’s Cat

    MUITO obrigada pelo carinho.

    Estamos muito felizes que conseguimos trazer esse tão autêntico felino para o Brasil.

    Aos poucos estamos fazendo novos produtos e nos estabilizando em diversos pontos de vendas.

    Temos uma linha exclusiva brasileira composta por canecas, canetas, ecobags, mousepads, adesivos de geladeira e de parede e várias cores e estampas diferentes de camisetas.

    Temos produtos importados, inclusive os novos marcadores de livros e cartões de presente.

    Temos parceria com ONGs de proteção animal, onde 10% das vendas dos produtos participantes (esse mês está o site todo) vão para ajudar os animais que precisam.

    Outra exclusividade está no guarda-chuva com estampa do Simon’s Cat sua fabricação foi descontinuada e as unidades restantes estão AQUI NO BRASIL CONOSCO!!!! (não perca a chance de ter essa raridade)

    Fique por dentro de tudo o que acontece no nosso facebook: http://www.facebook.com/SimonsCatnoBrasil
    E claro, nos acompanhe na Make Do http://www.makedo.com.br

    Obrigada pelo carinho
    Abs,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: