GATOS ZUMBIS: O QUE PODEMOS FAZER PARA PODER DORMIR À NOITE?

23 jun

via Medicina Veterinária para Gatos Domésticos / Veterinary Medicine For Domestic Cats de Carlos Gabriel Dias MV MSc PhD em 23/06/11

Não há coisa melhor do que dormir uma longa e reparadora noite de sono após um dia cansativo. Tomar um bom banho, escovar os dentes, ajeitar as cobertas e os travesseiros e, tibum, sonhar com os anjos. Mas, na calada da noite algo acontece. Um miado estridente, um corre-corre atrás do ratinho de pelúcia e, então, acabou o sossego. Ninguém dorme mais na casa porque o gatão resolveu fazer fanfarronada em plena madrugada. Seu gato virou um zumbi? Não, não virou. Essa situação pode parecer insólita, mas é comum em algumas famílias. Gatos são notívagos, costumam exibir mais atividade durante a noite. Na vida livre, as presas preferidas dos gatos são os roedores que, quase sempre, movimentam-se durante a noite. Outra informação interessante é sobre o Cortisol, um dos mais importantes hormônios para a manutenção do metabolismo do corpo. Normalmente liberado durante o dia em humanos e nos cães, nos gatos sua maior concentração é observada durante a noite. Assim, adaptados e incentivados organicamente para maiores atividades durante a noite, não é surpreendente que fiquem mais animadinhos durante o nosso sono reparador. As queixas são diversas: caixas e bibelôs caindo na calada da madrugada, disputa de corrida no corredor dos quartos de dormir, cortinas balançando fantasmagoricamente no quarto e vultos misteriosos na cama. Sem esquecer aqueles que de tão empolgados, convidam seus responsáveis humanos para participarem da farra da madrugada. Não, realmente, ninguém merece isso! Existe, além da justificativa acima explicada (níveis de cortisol elevados a noite), outra que sugere que os gatos poderiam querer brincar mais a noite porque estariam exercitando-se menos durante o dia. Outro deflagrador importante seria os responsáveis que estariam presentes em casa apenas durante a noite e, aliado aos níveis de cortisol, fariam os gatos excitarem-se além da hora do sono dos humanos. Além de observar o comportamento específico dos gatos, os consultores e cientistas comportamentais procuram formas de “ajustar” os comportamentos esperados do animal com a nova realidade onde estão sendo criados: os lares dos seres humanos. Não basta dizer que é normal as atividades noturnas dos gatos. Sim, é normal e daí? Uma coisa é normal, mas pode ser incompatível com a convivência com os seres humanos. Nós, amantes de gatos, gostaríamos de deixar a festa felina varar a noite sem interrupções. Alguns até deixam, e não se importam, mas não é correto exigir que estejamos nós como uns zumbis no dia seguinte. Vale ressaltar que temos que desconsiderar como “Verdadeiros Zumbis” os gatos que estão sofrendo de alguma doença ou quadro degenerativo. Gatos idosos ou padecendo de algum transtorno físico pode exibir modificações no comportamento e hora de atividade por conta de algumas alterações importantes e que precisam ser avaliadas pelos veterinários. Neste post estamos falando sobre gatos jovens e sem alteração, mas que resolvem varar a madrugada fazendo algazarra. A primeira das dicas é tentar acalmar os gatos, evitando brincadeira que os excitam além da conta. Podemos brincar com eles e depois tentar acalmá-los através de gestos tranquilos, voz relaxada e evitando sons estridentes como, por exemplo, televisão e radio com alto volume. Utilizar Brinquedos que possam ser manipulados de forma autônoma pelo gato é interessante por evitar a ociosidade durante o dia. Cada caso é um universo de interações, motivadores, desencadeadores e especulações comportamentais. Não é possível extrapolar experiências integralmente de um caso para outro. Por isso, atenção na interpretação das informações. Procure um consultor comportamental e acabe com os zumbis gatos em casa.

Dicas para conviver melhor com “Zumbies Cats”:

Mais próximo do natural (Noite), podemos investir em treinamento para brincadeiras no final da tarde ou logo pela manhã.

Mesmo durante o dia: lugar de brincadeira não é na sua cama. Ainda mais se for um gato com tendências a comportamentos noturnos.

Não incentive a atividade noturna. Se você levanta à noite para beber água e nota que o potinho está vazio e resolve enchê-lo, você incentiva o gato a ser um zumbi.

Se estiver em casa, acorde o gato algumas vezes ao longo do dia para estimulá-lo a brincar. Não precisa obrigar o gato a realizar uma maratona de exercícios, mas deixar dormir o dia todo é garantia de baterias recarregadas para a noite.

Toda a mudança deve ser gradativa para evitar ansiedade que pode ser tão prejudicial para o seu gato quanto suas olheiras durante o trabalho.

Até a próxima. Dr. Gabriel Dias.

Gatinha distraindo-se durante o dia em Bruxelas. À noite, pode ter menos chance de virar um Zumbi Gato!
Anúncios

Uma resposta to “GATOS ZUMBIS: O QUE PODEMOS FAZER PARA PODER DORMIR À NOITE?”

  1. Laís 23/06/2011 às 10:06 pm #

    Eu já tive um gatinho zumbi e eu mesma era uma zumbi durante o dia. O Martim dormia durante o dia e à noite aprontava o tempo inteiro, subia na minha cama e ronronava incrivelmente alto, amassava pãozinho na minha barriga, miava e provocava a Pink ! Meu marido ficava furioso, eu fazia o possível para que ele não ouvisse os barulhos do Martim e tinha que levantar e dar água, ração, deitava com ele no sofá…eu vivia exausta ! Quando ele morreu foi um sofrimento imenso mas eu voltei a dormir !
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: